Blog do Eduardo Costa Meu blog pessoal

29Out/120

Atualização do Servidor

Depois de meses sem publicar nada, verifiquei que meu servidor usava uma versão realmente antiga do Amazon AMI, datada de novembro de 2010. Existiam duas opções: atualizar na própria máquina, ou criar uma nova do zero. Optei pela segunda pois a máquina nova fica mais limpa, usando o NGINX no lugar do Apache, e com uma partição específica para módulos Perl (muito importante para meus futuros projetos Catalyst).

A Amazon facilitou horrores minha vida: bastou instalar tudo como qualquer outro linux, tirar snapshots aqui e acolá, e mover o Elastic IP de uma máquina para a outra. Pronto! Sem dores de cabeça.

O NGINX usei pois promete ser mais leve e escalável que o Apache. Talvez seja, mas os CGIs integrados do Apache fazem uma boa diferença. O FastCGI é uma promessa muito interessante, mas consome uma quantidade razoável de memória.

Já a partição Perl foi uma idéia doida que tive. Tenho um ou outro script utilitário rodando, e gostaria muito de não levar horas instalando módulos novos. Explicação: uso a "t1.micro", a máquina mais barata de todas, que funciona bem para minhas necessidades, mas tem uma penalidade para processos que consomem CPU. Instalar módulos Perl requer compilação e testes, que consomem CPU.

O truque que bolei foi pegar um snapshot da partição Perl (configurada com o CPAN-mini), anexar em uma máquina mais cara e sem os limites de CPU, instalar os módulos lá, depois fazer um hotswap na máquina de produção. Isso só daria certo se a arquitetura das duas máquinas fossem similares (ou seja, mesma distro e mesma arquitetura) - o que não era verdade na antiga máquina 32bits e nas novas 64bits.

Em resumo, tudo funcionou magnificamente (apenas consumindo um tempinho para migrar manualmente as configurações do Apache para NGINX). Não tenho nenhuma saudade da época em que esse tipo de procedimento era um parto que durava semanas.

Comentários (0) Trackbacks (0)

Sem comentários


Leave a comment

(required)


*

Sem trackbacks