Blog do Eduardo Costa Meu blog pessoal

13Set/110

Decepção no Miss Universo 2011

Nunca fui fã do Miss Universo. Um monte de mulheres seguindo o estereótipo padrão de beleza da época num ritual de escolha cuja lógica (se houver) nunca entendi. Tanto que nem soube que o de 2011 aconteceu no Brasil. Mas esse ano era para ser especial. Afinal de contas, um país nada ortodoxo ganhou: Angola. Esse país assolado pela fome e pela miséria (expectativa de vida de 49 anos!) conseguiu sobrepujar os padrões atuais lançando uma moça de etnia negra como a mais bela do mundo!

Ótimo modo de comemorar os 60 anos desse evento! Então eu quis ver o rosto dessa beldade! Ledo erro. Procurei por "Miss Universo 2011" no Google e o que encontro? Somente notícias sobre os comentários racistas que cercaram a vitória da moça. Um jumento no Facebook chamou ela de macaca! Tem noção? E ainda culpa o Facebook pela publicação! Que retardado! Milhões de outros comentários piores ainda acompanham - inclusive na mídia!

Ou seja, só por que a moça tem alto grau de melanina na pele não tem o direito de ser chamada de "a mulher mais bonita do mundo"? Impressionante como esse mundo está atualmente.

Bom, jogando todos os comentários racistas fora, a Miss Leila Lopes é deveras bonita, mesmo. "And make that juicy double"! Primeiro que ela é velha para a profissão: 25 anos. Quem olha, pensa que nem 18 tem! O Português dela é de Angola, então deve ter um sotaque bem diferente (sotaque esse que também foi mal-comentado).

Até agora ainda não entendi como uma moça tão assim conseguiu ser gerada em um país com IDH 0.4... Quando você vê um maratonista angolano, a ausência completa de gordura corporal e massa corpórea reduzida (típicos de desnutrição) é uma vantagem. De forma surpreendente, ela não tem esse estereótipo anoréxico e politicamente incorreto. Ironicamente para uma "Miss", o corpo é natural e incrivelmente bem definido. Não sei de onde alguns racistas tiraram que ela tem "cabelo de vassoura". Nas fotos, o cabelo é ondulado e muito bem tratado.

Tropeçando numa parte em Perl do sítio ("compre fotos de 2010"), vi que a Miss Angola de 2010 não era "do mesmo naipe" (estou tentando ser gentil) - ela ganhar teria sido por motivos escusos. Então, realmente é um feito comprovado a beleza da Leila. Título merecido, não só para ela, como para o país.

Não tem como não ficar decepcionado com o "bafafá": como que esse mundo do século 21 não consegue comemorar com alegria tal momento?

Comentários (0) Trackbacks (0)

Sem comentários


Leave a comment

(required)


*

Sem trackbacks