Blog do Eduardo Costa Meu blog pessoal

3Jun/111

Usando a lua para gerar energia

A melhor idéia desde que o ser humano começou a precisar de geradores de energia foi usar a lua como gerador. Ela recebe 13 petawatts de energia em sua superfície, e precisamos de um mísero porcento disso para viver. Por que então não cobrimos 1% da lua com painéis solares e enviamos esses 130 terawatts para a Terra? Perfeito! A Shimizu Corporation já planeja tal feito.

Seria o nirvana não precisar de gasolina, nem de petróleo, nem de hidroelétricas (que modificam cursos de rios), nem de nada. Tudo pronto, limpo, sem apagão nem fumaça.

Minha única preocupação é saber quanto que vão cobrar da minha pessoa por essa energia. Ou ainda mais: será que ela será realmente suficiente? Quando a energia a vapor começou, ela também era mais que o suficiente. Agora, precisamos de algo de proporções planetárias!

A parte engraçada, no post da greenvana, são os comentários do povo sem noção. Tem gente que acha que a lua vai acabar. Como assim? Será que acham que a idéia é fazer extrativismo na lua? Ou será que acham que a lua tem o tamanho de um prédio? Uau. Bom, se eles preferem viver em uma cidade com o ar poluído que nem São Paulo ou com o risco de virar um vagalume que nem em Tokyo após o tsunami, beleza! Mas eu prefiro o direito de respirar fundo e a segurança de não ficar brincando de radiação versus genes.

Comentários (1) Trackbacks (0)
  1. Pois é, o que Tesla inventou em 1900 — energia radiante, sem fio, proveniente dos raios que passam pela atmosfera o tempo todo, não deu certo porque não havia como cobrar as pessoas por sua utilização. O circuito para gerar eletricidade a partir de uma mera antena é similar a um rádio.

    ó lá, 14V http://www.youtube.com/watch?v=fy_tncCQTPA&feature=player_detailpage#t=176s


Leave a comment

(required)


*

Sem trackbacks